Congelar Frutas e Legumes Diminui os Seus Nutrientes? - PiMed

Matérias

Gostei

Congelar Frutas e Legumes Diminui os Seus Nutrientes?

Você consome alimentos congelados? O importante é que você inclua frutas e verduras na dieta.

Frutas e vegetais frescos são alguns dos alimentos mais saudáveis que você pode comer, pois estão repletos de vitaminas, minerais e antioxidantes. No entanto, no dia a dia, produtos frescos podem não estar sempre disponíveis e, por isso, várias famílias têm o costume de congelar esses alimentos para consumir mais tarde.

Esse processo causa uma dúvida em muita gente: o valor nutricional de frutas e verduras pode ser diferente depois de congelado? Vou responder essa pergunta no artigo de hoje.

 

Frutas e Legumes Congelados

Frutas e legumes que serão congelados são geralmente colhidos em seu estado mais nutritivo. Uma vez colhidos, os vegetais são lavados, muitas vezes, branqueados, cortados, congelados e embalados dentro de algumas horas.

Já as frutas não passam pelo branqueamento. Em vez disso, elas podem ser tratadas com ácido ascórbico (uma forma de vitamina C) ou açúcar para evitar a deterioração.

De um modo geral, o congelamento ajuda a manter o teor de nutrientes de ambos os alimentos. No entanto, alguns deles começam a quebrar quando o produto é armazenado congelado durante mais de um ano. Certos nutrientes também são perdidos durante o processo de branqueamento.

O branqueamento ocorre antes da congelação, quando colocamos o produto em água fervendo durante um curto período de tempo - geralmente alguns minutos. Isto mata algumas bactérias prejudiciais e impede a perda de sabor, cor e textura, através da inibição de algumas reações enzimáticas. Mas também resulta na perda de nutrientes solúveis em água.

 

Nutrientes sempre se perdem durante o armazenamento

Logo após a colheita, frutas e vegetais frescos começam a perder a umidade, o que aumenta o risco de que o alimento estrague e diminui o seu valor nutritivo. (1)

Estudos realizados encontraram um declínio em nutrientes após 3 dias de refrigeração, quando os valores caíram para níveis inferiores aos das variedades congelados, principalmente em frutos de baga.

 

Fresco x Congelado: Qual é mais nutritivo?

Evidências sugerem que congelar o alimento pode preservar o valor do nutriente, pois o teor nutricional de produtos frescos e congelados é bem semelhante. Além disso, os níveis de vitamina A, vitamina E, minerais e fibras também são parecidos em produtos frescos e congelados, porque geralmente não são afetados por branqueamento. (2, 3, 4)

 

Produto congelada pode conter mais vitamina C

Você sabia que produtos congelados podem conter níveis mais elevados de certos nutrientes? Isso acontece mais comumente quando comparamos produtos congelados com as variedades novas que foram armazenados em casa por alguns dias.

Por exemplo, ervilhas ou espinafres congelados podem ter mais vitamina C do que ervilhas frescas -comprados de supermercados ou espinafre que foram armazenados em casa por vários dias.

Para algumas frutas, secagem por congelação também resultou em maior teor de vitamina C, quando comparada com variedades frescas. (5)

Além disso, estudos sugerem que processos realizados para congelar produtos frescos podem aumentar a disponibilidade de fibra, tornando-a mais solúvel. (6)

É claro que frutas recém-colhidas e legumes direto da fazenda ou do seu próprio jardim são sempre a melhor opção. Mas, se você está comprando no supermercado, produtos congelados podem ser iguais, ou em alguns casos, ainda mais nutritivos do que as variedades novas.

No final do dia, frutas e legumes congelados são uma alternativa conveniente e de baixo custo para garantir uma boa alimentação. O importante é que você inclua estes alimentos na sua dieta.

Fique com Deus!

Autor(es):
Dr. Juliano Pimentel

 

ÚltimasMatérias